R$ 4.15
Libra
=
R$ 4.15

Os 10 momentos mais comuns na vida de quem é imigrante

Deixar o país, a casa e as raízes pode não ser o desafio mais fácil. Isso implica em mudanças de cultura e rotina que pode deixar até o mais preparado um pouco confuso no começo. O que importa é que, no final das contas, a experiência seja positiva e enriquecedora. É claro que nesse caminho uma gama de acontecimentos divertidos e dramáticos bate a porta de cada brasileiro vivendo no exterior. Confira nossa lista de momentos que todo mundo já teve que enfrentar.

1 – Você aprende a cozinhar

No Brasil você era daqueles que mal sabiam fritar um ovo e passariam fome se não tivesse alguém por perto para preparar o almoço? Mal sabia você que um detalhe tão desapercebido no dia a dia viraria um problemão na sua casa nova. O que preparar para o jantar? O que terei de almoço? É claro que nos dias de mais renda a opção poderia ser facilmente comer na rua, ou pedir um delivery, mas quando a grana aperta, não tem jeito, é hora de encarar o fogão. Bom para quem já era quase um mestre-cuca amador antes de migrar…

2 – Você pratica o desapego na marra

Mudar de país é quase um sinônimo de desapego. E isso já começa na viagem. Você simplesmente não pode levar TUDO que fazia parte da sua vida no Brasil. Então é hora de definir o que é importante e o que nem tanto para te acompanhar nessa jornada. É a hora de escolher uma de suas fotos preferidas da infância e dar tchau para alguns itens importantes da sua vida. Mas, confie, o exercício de desapego é importantíssimo para conseguir começar uma nova vida em outro país.

3 – Dupla personalidade?

Uma vez morando fora você se acostuma com o número 2. São 2 celulares, 2 chips, 2 números, 2 idiomas, 2 e-mails. Tudo passa a ser em dobro para tratar de assuntos em seu país de residência atual e no Brasil.

4 – Luxo? Cadê?

“Vai morar fora einh, fulano, que chique?”. Quem não ouviu essa frase? Mal sabem esses desavisados dos nossos “luxos” de todos os dias para construir uma vida longe de nossas raízes…

5 – Emoções

Vai dizer que a vida não vira um mix de emoções? Você fica triste, alegre, feliz, apreensivo por coisas que, muitas vezes, os próprios nativos não estão dando a mínima. Para os que tem menos domínio do idioma, pedir um simples café na padaria pode ser um mix de emoções em poucos minutos.

6 – Aprende a valorizar pequenas coisas

Uma coisa é certa. Nativos e estrangeiros tem visões totalmente diferente das coisas. Enquanto para o imigrante cada pequena coisa é uma festa na nova cidade, para o nativo não passa de um detalhe irrelevante. Assim, vamos aprendendo a admirar o que é pequeno, simples. É só buscar na memória sobre nossa vida no Brasil para perceber que não dávamos importância para muita coisa simples em nossas cidades-natal.

7 – Pensar em outra língua

Nesse mar de inglês, espanhol, francês ou seja lá a língua do país onde mora, encontramos um Brasileiro. Ufa! Hora de refrescar um pouquinho o português que já estava ficando de lado. “Hi, how are você” para começo de conversa.

8 – Histórias para contar

“Olá, o que você me conta daí”. Me diz quem sabe por onde começar depois dessa pergunta e quem é o ninja que consegue lembrar de tudo que tem para contar de uma só vez, sem lembrar, horas depois, daquela história interessante que esqueceu de compartilhar.

9 – Saudade

De uma hora para outra ela simplesmente vem. Independente de como está a vida na nova casa. É só esperar e saber como lidar com ela.

10 – Turista na própria casa

Depois de muito tempo fora e de muita saudade, finalmente você consegue visitar a família e os amigos no Brasil. Mas espera, esse prédio aqui não existia! Qual ônibus eu pego mesmo pra ir pra casa? Quem é este bebê novo…

One thought on “Os 10 momentos mais comuns na vida de quem é imigrante

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *