R$ 4.15
Libra
=
R$ 4.15

Dívidas? Faça seu dinheiro render!

Em tempos difíceis, mesmo seguindo nossas dicas de como começar a poupar dinheiro, pode ser difícil para manter o ritmo nos primeiros meses. Isto acontece porque muitas vezes o dinheiro que entra é destinado inteiramente a despesas básicas e indispensáveis, fazendo com que sobre pouco para guardar. Ainda assim, com bastante organização e lembrando-se sempre de registrar todos os gastos – desta forma, um balanço mensal dá um maior controle sobre os números – é possível fazer com que esta pouca sobra renda um pouco mais. Considerando-se um cenário financeiro livre de dívidas, é possível aderir às dicas a seguir.

Traçar metas para seus planos de juntar dinheiro é um passo inicial importante, que serve tanto de estimulo quanto de controle na hora de gastar. Lembre-se que parte da “sobra” aqui mencionada são as quantias extras recebidas, como prêmios e restituições. No impulso de consumir ou comprar algo que é considerado de necessidade urgente, este dinheiro pode se perder facilmente e até mesmo dar a falsa ilusão de que se tem mais do que a realidade – levando a uma formação de dívida. Metas financeiras são adotadas por empresas de todos os portes, e se tratando de economia familiar, seus resultados são muito mais imediatos. Considere investir este dinheiro da sobra em uma poupança, onde renderá lentamente a pequenas taxas – e poderá ser de grande utilidade a longo prazo. Investimentos em geral, seja em poupança ou títulos, são boas opções para que o capital aplicado não fique parado e gere algum ganho ao longo do tempo.

Por mais que possa parecer um plano demorado, paciência é uma das principais palavras-chave a serem seguidas quando se pretende obter rendimentos sobre uma certa quantia. Se lida com um capital maior (da venda de algum patrimônio ou recebimento de herança, por exemplo) e há dúvidas sobre como aplicar esta quantia, considere aplicar em títulos públicos, que apesar de um risco levemente maior do que uma poupança, ainda apresenta vantagens para grandes levas de dinheiro e seus rendimentos a curto prazo. Fundos de investimento também podem ser levados em consideração por conter especialistas gestores, que auxiliam num processo de investimento, tornando-o mais seguro – requisito útil e até mesmo necessário em um mercado relativamente instável como o atual brasileiro.

Aprender a investir e poupar dinheiro pode ser uma combinação extremamente benéfica para resolver situações de arrocho financeiro e proporcionar maior liberdade e autonomia para as famílias. Sendo assim, tenha em mente que pesquisas e calma para lidar com as finanças são essenciais na hora de fazer a escolha certa para nossa economia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *